5 de fevereiro de 2015

Interatividade no Blog! Vamos participar






Interatividade no Blog





Olá Pessoal!

Após o retorno do blog, foi percebido que houveram vários acessos! Entretanto, algumas pessoas vieram me informar que estavam tendo algumas dificuldades para interagir no Blog, ou seja, deixar comentários, suas opiniões, sugestões e afins!

Devido a isso, resolvi criar essa postagem que acredito irá elucidar aos nossos amigos que querem e devem interagir com a gente!


  • Comentários nas Postagens:
Para inserir qualquer tipo de comentários em qualquer uma das postagens, basta clicar no título da postagem, onde abrirá a página da postagem e no final encontra-se o seguinte quadro:



Caso você não tenha uma conta do Google, no campo onde diz "Comentar como:" deve-se colocar Anônimo. Assim poderás tranquilamente deixar seu comentário.

OBS: Caso coloque "Anônimo" por favor assine seu nome, para que possamos nos conhecer, e caso queira deixe e-mail!

  • Formulário de Contato:
Essa é uma nova ferramenta. Ela serve para termos contato direto, basta preencher o Nome, E-mail e Mensagem e clicar no botão Enviar. Para as pessoas que não querem que seus comentários sejam vistos, essa é uma boa opção. Pedidos, sugestões, dicas e tudo mais, envie-nos por aqui também!

 

  •  E-mail de contato:
Além desses dois canais de comunicação, temos também o e-mail do Blog que é:

neoaprendizblog@gmail.com

  • Reações ao ler as postagens:
Outra novidade que temos no Blog é você poder expressar a sua reação e opinião ao ler a postagem:





Enfim pessoal, estão ai todas as formas de contato conosco! Agora é mãos à obra e vamos interagir!!!

Abraços de luz!!!







2 de fevereiro de 2015

Iemanjá - Rainha do Mar - Geração e Criação

Iemanjá - Rainha do Mar


"Eu fui na beira da praia, Pra ver o balanço do mar
Eu fiz um retrato na areia, Me lembrei da Sereia
Comecei a chamar:

Ô Janaína vem vem, Ô Janaína vem cá,
Receber estas flores Que eu venho te ofertar

Ô Janaína vem vem,Ô Janaína vem cá,
Receber estas flores Que eu venho te ofertar"


Iemanjá - Rainha do Mar, conhecida também como "Grande Mãe", encontra-se no pólo positivo do Trono da Geração e da Criação. Representação do princípio feminino.

Por ser do trono da geração e criação, irradia e estimula geração e criatividade em todos os sentidos da vida do ser humano. Auxilia na geração de empregos, ideias, oportunidades, crescimento emocional e material.

Na Umbanda possui o papel de "Mãe dos Orixás", sendo sustentadora dos povos das águas, como marinheiros e sereias. As entidades da vibração de Iemanjá em sua maioria trazem poder de cura, por serem exímios manipuladores da água, o elemento da vida, regenerando tecidos e recuperando a vitalidade. Possui também grande importância no afastamento e desmanche de alguns tipos de magia. Pode-se também invocar a energia de Iemanjá para casos em que se faz necessário aceitação e encaminhamento nos trabalhos de desobssessão. Iemanjá ancora a energia do Amor incondicional entre todos os seres vivos e ao amor à vida . É ela quem nos dá um sentido de união, de grupo, transformando a convivência em um ato familiar, criando raízes, proporcionando sentimentos de amor entre todos. 

Iemanjá não é a mãe que oferece o peito para o bebê mamar; ao contrário, é a mãe do jovem e do adulto, a figura materna que acompanha um ser humano por toda a sua vida. É a responsável pela socialização, pelo aprendizado das regras de comportamento, do encaminhamento do processo de assimilação do próprio destino. Sua tutela inicia-se aproximadamente a partir dos 12 anos de idade.

Quando a linha de Iemanjá manifesta-se em um terreiro, sua energia inunda a todos amplamente, transbordando em amor e tranquilidade. As vibrações de Iemanjá são ondulantes assim como as ondas do mar, essas vibrações se infiltram no emocional do médium e do consulente diluindo travas emocionais e fermentando mais o amor e o carisma afim de reequilibrar a pessoa nesse sentido.

Iemanjá é a "mais conhecida" dos orixás da Umbanda, devido a grande divulgação no Brasil através da mídia e das comemorações de suas festas. 

Iemanjá é a rainha do mar, pois o rege; O mar é um altar aberto a todos, o maior santuário natural do planeta e nele se diluem energias densas, trévicas, emocionais abalados e desesperados, e tudo isso se deve a energia salina que cura enfermidades do espírito, queima larvas astrais, e acolhe espíritos desesperados; Não é a toa que o mar também é chamado de calunga grande, pois em sua parte espiritual há diversos portais que guiam esses espíritos diretamente ao seu plano natural espiritual.

As oferendas à Iemanjá são feitas quando há necessidade do médium de sintonizar suas energias com a do orixá ou quando qualquer pessoa necessita de ajuda em algum sentido dos relatados anteriormente, proteção da família, harmonia do lar, do casamento, dos negócios, aberturas de caminhos, surgimento de novas oportunidades, para iniciar algum projeto com proteção e êxito. Nas oferendas costumam-se utilizar velas azuis claras ou brancas, sabonete, perfumes, flores, etc. Entretanto, não podemos nos esquecer que a Umbanda preza pela natureza, e devido a isso, qualquer tipo de oferenda que formos fazer, devemos nos ater ao cuidado de usarmos materiais biodegradáveis, que não poluirão a natureza, pois somente assim estaremos realmente homenageando Iemanjá e estaremos de acordo com seus princípios.

Pode-se também fazer banhos energéticos de ervas para limpeza e proteção, lembrando que deve-se usar as respectivas ervas do orixá.

Data festiva: 15 de agosto, 2 de fevereiro ou 8 de dezembro dependendo do Estado.

Saudações: Odôcyaba! Odôyabá! Odó Iyá! Odoyá Omi Ô!

Símbolos: Lua minguante, ondas, peixes, entre outros.

Sincretismo religioso: Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora dos Navegantes.

Cores: branco cristalino, prata ou azul claro.

Pedra: Diamante, água marinha, pérola e madre pérola, e pedras azuis.

Ervas principais: Jasmim, Araticum-da-praia, Folha-da-costa, Graviola, Capeba, Mãe-boa, Musgo marinho encontrado nas pedras marinhas, Alcaparra, Colônia, Pata de Vaca, Embaúba, Abebê, Jarrinha, Golfo, Rama de Leite, Rosa branca, Malva branca, Flor de laranjeira entre outras. aguapé, lágrima de nossa senhora, pístia (erva de santa Luzia), trapoeraba branca (olhos de santa Luzia).

Em suma, Iemanjá é amor, vida, criação e geração! Salve Iemanjá! Salve a Rainha do Mar! Odôcyaba minha mãe!




28 de janeiro de 2015

Gratitude!

Gratitude!

 Gratitude ou em sua tradução para o português - “Gratidão”.


Palavra tão pequena, mas que pode mudar vidas se o seu real significado for colocado em prática. Desde o nascimento somos inseridos em um contexto, em uma sociedade, em grupos. Aprendemos de tudo um pouco: os primeiros passos, as primeiras palavras, formas de se portar perante os demais, o que é “certo” ou o que é “errado”, conceitos, conceitos e mais conceitos.

Entretanto, cada vez mais se percebe que apesar de “aprendermos” tudo isso, o ser humano encontra-se cada vez mais perdido em si mesmo, sem rumo, em uma eterna busca de sentido para vida. Devido a essa busca desenfreada, queremos sempre mais, nunca é o suficiente, pois precisamos ter o corpo perfeito, o emprego dos sonhos, a casa mobiliada, ser amado por todos, ser o mais inteligente, bem sucedido, “eternamente jovem”; Temos sonhos, aspirações e imposições que nos são colocadas durante nossa existência.


A única coisa que normalmente não aprendemos, é que para ser e ter tudo que almejamos, antes de mais nada, se faz primordial que saibamos valorizar o que já temos e vivemos!


Ao invés de reclamarmos e nos sentirmos tristes pelo que ainda não temos, comecemos os nossos dias com apenas um pensamento em mente: Gratitude! No jogo das palavras, a escolha de GRATITUDE não se fez em vão. Vamos ousar e criar novos significados para as palavras – e se a tradução não fosse somente “Gratidão” e sim “Atitude Grata”? Qual seria a diferença? Isso muda algo pra você?


Num sentido amplo Gratidão seria ser grato por algum benefício que se recebe, dádiva, presente, algo de bom que acontece. A “Atitude Grata” contempla mais, abrange mais, pois trata-se de ser grato em todas as circunstâncias, seja ela boa ou ruim.


Não podemos ser gratos somente em momentos de felicidade, sucesso e alegria. Se quisermos a real mudança em nossa vida, devemos ser gratos em todas as situações, permitindo assim que o Universo influencie positivamente em nossa caminhada.


Nada cruza nosso caminho por acaso, e se coisas “ruins” acontecem, é para que aprendamos e estejamos preparados para a próxima etapa. Acredite!


O pneu furou?O trânsito está parado?Estás com poucos recursos financeiros?


Tenha uma atitude grata e aproveite o pneu furado para aprender como se troca um; o trânsito parado para ouvir boa música e refletir sobre as coisas; a falta de recursos para desenvolver a criatividade! Esses são apenas exemplos de como podemos ter uma “Atitude Grata”.


Desafie-se a desenvolver isso que seja por 30 dias e análise os resultados!Se acreditares, as mudanças virão! E ao perceber as mudanças, faça da “Atitude Grata” uma constante em sua vida, e usufrua dos benefícios ilimitados dessa prática!


Vamos tentar?

Sinta-se a vontade, caso queira, de dividir suas experiências conosco, afinal, este lugar é seu!!!




Namastê!